Sejam decoradas por peixes coloridos, fênix, borboletas ou até mesmo um sofisticado holograma em néon: as pinturas faciais com estética de crânio de Vanessa Davis vão encher seus olhos. E, quem sabe, preencher seu rosto.
Se você pensa que arte é só folia, não tem ideia do tanto de trabalho e suor que exige criar algo sólido e capaz de encantar. É o trabalho da artista maquiadora Vanessa Davis, também conhecida como The Skulltress, que transforma suas pinturas faciais em belos crânios, inspirados por muitas culturas e estéticas diferentes. Cada trabalho elaborado por ela mostra o vasto conhecimento cosmético e também a imaginação selvagem.

v0

O auto-descrito “maquiagem e mixagem” é conhecido por seus projetos inspirados em charmosos esqueletos que transcendem a pintura de rosto tradicional e moderna, já que Vanessa Davis encontra formas criativas de vesti-lo em atmosferas distintas, fornecendo às clássicas caveiras mexicanas uma roupagem nova, com cores distintas e temáticas de brilhar o olho de quem conhece as artes faciais da maquiadora.

Davis atualmente é gerente de Maquiagem e Perucas no renomado “English National Opera”, o que explica seu estilo extravagante quando se trata de criar essas representações em seu rosto. Ela sempre aconselha seus seguidores a criarem seus próprios projetos e máscaras.

v1

Mas por que caveiras? A própria artista responde: “eu notei que as marcas de maquiagem bem-sucedidas se especializaram em um estilo ou assunto particular, então eu criei uma temática de crânio, que também funcionou como minha herança que é mexicana e inglesa”, disse ela em recente entrevista.

v2 v3 v4 v5 v6 v7 v8 v9 v10 v11 v12 v13 v14 v15 v16 v20

E que tal se inspirar nas pinturas de Vanessa Davis antes de se maquiar e se jogar no próximo bloco carnavalesco? Siga já a artista no Instagram clicando aqui.

Paula Neiva
Escrito por Paula Neiva
Trocou a vida de publicitária em São Paulo pela de estudante de artes em Buenos Aires. Tem um Tyler Durden tatuado no braço mas não pode falar pra ninguém, porque a 1a regra é nunca falar sobre o Clube da Luta.