A arte muda vidas. Uma prova disso é o trabalho da artista da Lituânia, Vaida Virbalaitė, que, em parceria com a fotógrafa profissional Enrika Samulionyte, criou o projeto social [NO] LIFE.

A ideia original era realizar um projeto no formato de sessão de fotos de reforma com mulheres comuns (não modelos), já que Vaida também desempenha trabalhos como estilista e editora de moda. Porém, foi durante o processo que descobriu que não eram o suficiente as transformações que aconteciam através de jóias ou vestidos novos ornamentando a essas mulheres: as transformações mais belas eram no estado de espírito, no coração e, por que não, na pele?

v3-2

Foi assim que a artista, com prática na arte da Henna, usou seus desenhos para mudar a vida das pessoas e até mesmo a vida dela mesma. “Eu tinha centenas de sessões de henna, segurando minha respiração, em um estado quase meditativo, tendo conversas muito pessoais. Todas foram experiências muito íntimas”, conta Vadia Virbalaitė, “[…] percebi que a arte da henna é uma ferramenta terapêutica perfeita, abrindo as portas para o coração e as mentes das pessoas. O processo ajudou as pessoas, mesmo que por um momento passageiro, a lidar com as dificuldades com que estavam lidando em suas vidas pessoais”.

v6-1

E foi assim que o projeto “[NO] LIFE” nasceu. Tatuando mulheres em penitenciárias que já foram vítimas de práticas de automutilação, o projeto ajuda essas mulheres a redescobrirem a paixão pela vida e a auto-estima, a partir de tatuagens acima de suas cicatrizes, sejam emocionais ou, principalmente, físicas.

O “[NO] LIFE” foi transformado em uma exposição com uma roda de conversa com perguntas e respostas no Panevezys Open Youth Centre, na Lituânia. As fotos retratam, desde a insegurança e o sentimento de não poder procurar ajuda, até a recuperação da auto-estima e a esperança. Em relação a isso, a criadora diz: “Não há feitiços mágicos para curar suas cicatrizes ou corações. Mas tentei. E vou tentar de novo. Espero sinceramente que algum dia um deles me diga: hoje quero viver um pouco mais do que ontem.”

v8-1v1-2 v2-2 v4-1 v5-1 v7-1 v9-1 v10-1 v11-1 v12-1 v13-1 v14-1 v15-1 v16-1 v17 v18 v19

E a gente por aqui também quer viver um pouco mais para ver iniciativas belas como esta. 🙂

Tattoaria
Escrito por Tattoaria
Nós conectamos os apaixonados pelo rabisco a artistas e estúdios do Brasil e do exterior. E resumos sobre o que da cor as nossas vidas: tatuagem. Get inspired. Get inked.