Brutal Black Project é um projeto um tanto quanto ousado, diferente e brutal, onde a dor vem em primeiro lugar. Valerio Cancellier, Cammy Stewart e Phillip “3Kreuze” desafiam pessoas a terem uma experiência única de dor e sofrimento.

Todos nós sabemos que tatuar dói, mas temos isso como um processo da arte, e assim conseguimos assimilar a dor como parte de um trabalho para chegar ao resultado final: ter em sua pele algo só seu.

Com tanta experiência nisso, os tatuadores comumente são pacientes à agonia dos clientes que, tatuando pela primeira vez ou não, apresentam um certo desconforto às agulhadas implacáveis, por isso são feitas pausas e se é restringida qualquer brutalidade, certo? Tratando-se do Brutal Black Project, errado.

Este projeto de tatuagem criado por Valerio Cancellier, Cammy Stewart e Phillip “3Kreuze” têm como proposta trazer um ritual de renascimento ao ato de tatuar. E o que eles inventaram é uma das experiências mais brutais que se pode imaginar: uma sessão de dor com muita tinta, agulhas e, claro, alguns gritos seus.

brutal01

Tendo como premissa a dor acima da estética, o projeto tem atraído muitos interessados. Em uma recente entrevista à Vice, Stewart, um dos criadores, parece saber a motivação dessas pessoas destemidas: “às vezes, é bom empurrar-se um pouco além do que você pensa que pode ir, tanto como artista quanto em relação à resistência e determinação do cliente. […] A tatuagem pode ajudá-lo a encontrar suas raízes e aprender que a dor, da mesma forma que o prazer, pode ser processada da maneira que desejar”, explica.

brutal02 brutal03

Perguntado sobre quando a tatuagem se tornou maior do que pura estética, Stewart respondeu: “as coisas começaram a mudar na minha cabeça quando vi as reações dos clientes durante o processo de tatuagem. O projeto nem sempre é sobre o resultado; trata-se do processo. Levando as coisas de volta ao primitivo, o rito da passagem. Empurrando os limites do seu eu interior. Quanto você quer algo? Você pode vê-lo até o fim?”

brutal04 brutal05

Um vídeo mostrando mais um pouco sobre o projeto:

E aí, o que vocês acham disso? Arte ou loucura?

Tattoaria
Escrito por Tattoaria
Nós conectamos os apaixonados pelo rabisco a artistas e estúdios do Brasil e do exterior. E resumos sobre o que da cor as nossas vidas: tatuagem. Get inspired. Get inked.