Parecem com as dos Yakuza, que tatuam o corpo inteiro, mas tradicionalmente essas tatuagens não podem ultrapassar o pulso, o tornozelo e o pescoço do mafioso.

Tatuar o rosto era comum entre a tribo Maori como prova de coragem, motivo de orgulho e prova de sua posição na hierarquia social, e estas inscrições corpóreas só eram permitidas a homens livres e nobres. Nas Maras, essas características de coragem e orgulho também são notadas, bem como um sentido de identidade pessoal/coletiva. Ao tatuar o próprio rosto com os símbolos de suas gangues, o jovem demonstra sua bravura e seu desejo de pertencer a “família” ( como eles se chamam ) assumindo permanentemente a identidade do grupo.

040307

Ao abrir mão das características físicas mais notáveis quanto à individualidade e identidade para carregar as marcas de seu bando no local mais visível do corpo “Los maras” demonstram convicção e um forte comprometimento com o grupo, além do significado de braveza por ter passado por um ritual doloroso e com conseqüências para o resto da vida.

09

O número 13 também carrega um significado, só que mais próximo a violência do bando. O número é relacionado tanto coma idade que o jovem poderá tornar-se um membro da Mara, quanto aos 13 segundos de espancamento para iniciar-se ao MS-13. Semelhante ao procedimento também adotado pelo bando 18 Street.

0106020508mara01 mara02 mara03 mara04

Mara Salvatrucha! E ai, vai encarar? 🙂

Tattoaria
Escrito por Tattoaria

Nós conectamos os apaixonados pelo rabisco a artistas e estúdios do Brasil e do exterior. E resumos sobre o que da cor as nossas vidas: tatuagem. Get inspired. Get inked.